Como os profissionais de marketing podem usar dados sem ignorar o bom senso?

A alguns anos atrás, apenas os profissionais de marketing mais experientes em tecnologia prestavam atenção às análises, mas hoje mesmo as pequenas empresas confiam nos dados de suas decisões de negócios para se manterem competitivos e gerar economia.

Obviamente, à medida que ferramentas analíticas avançadas se espalham e se tornam mais simples, o limiar para entrar nessa área diminui acentuadamente. Agora, organizações de todos os tamanhos e funcionários com quase zero de experiência trabalhando com dados podem usar análises detalhadas para fins de marketing. E, embora esse desenvolvimento rápido dê às empresas enormes oportunidades, se em sua estratégia elas se basearem apenas em informações e notícias secas, a probabilidade de um erro também aumentará.

Existe um equívoco no marketing de que quanto mais dados você tiver, mais precisas serão suas decisões, mas, na realidade, esse nem sempre é o caso. Todos os dias, os profissionais de marketing estão cada vez mais reconhecendo as armadilhas que o big data apresenta para eles, e isso gera a pergunta lógica: “Como posso ter confiança em minhas decisões se não tenho garantia de que meus dados sejam 100% precisos?”

Decisões Responsáveis – Hoje, a capacidade de coletar, analisar e aplicar dados relevantes é crucial para os profissionais de marketing, portanto as empresas devem garantir que suas equipes de marketing entendam esses processos. Os benefícios do uso da análise permanecem válidos e você definitivamente deve continuar trabalhando com o Big Data. Apenas tente avaliar todas as informações coletadas em termos da utilidade dos insights de negócios que ela fornece.

Padronize sua cadeia de dados analíticos – Quando os profissionais de marketing obtêm dados de diferentes fontes (clientes, empresas de pesquisa de mercado, concorrentes etc.), geralmente lidam com inconsistências. Para evitar esses erros de cálculo, eles devem padronizar suas relações com cada parte que participa de sua “cadeia de dados”. Crie regras gerais, automatize a implementação de dados para todas as fontes e relate esses padrões para estabelecer a colaboração mais eficaz.

Ensine aos profissionais de marketing e membros da equipe executiva como ler dados corretamente – Primeiro de tudo, você precisa contratar profissionais qualificados. Treine esses funcionários para que eles entendam não apenas as especificidades dos processos de coleta e análise de dados, mas também as deficiências que prometem a adoção de decisões baseadas em dados. Os profissionais de marketing devem perceber que, embora suas ações possam ser ditadas por dados, os melhores resultados são alcançados quando as informações de qualidade são suportadas por um senso comercial desenvolvido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *