Criatividade e Inovação no Local de Trabalho

Houve um tempo em que o conceito de criatividade era associado apenas a escritores, pintores, músicos e pessoas semelhantes em profissões artísticas. Mas com a crescente necessidade de cultivar uma personalidade de marca única, a necessidade de pensamento criativo passou das artes para os negócios cotidianos. Além disso, o ato de produzir um produto que se distingue dos concorrentes em um mercado onde as diferenças são frequentemente difíceis de obter exige um alto grau de criatividade tanto em inovação quanto em marketing.

Como resultado, agora é comum que as empresas – grandes e pequenas – adotem políticas que estimulem a criatividade e, assim, promovam a inovação.

Criatividade e Inovação no Local de Trabalho. Mas o que se entende por criatividade? E como pode ser aproveitado de forma eficaz?

Definindo o ambiente criativo. Criatividade é o processo mental e social usado para gerar ideias, conceitos e associações que levam à exploração de novas ideias. Ou, simplesmente: inovação. Por meio do processo criativo, os funcionários têm a tarefa de explorar o resultado lucrativo de um empreendimento existente ou potencial, que geralmente envolve a geração e a aplicação de opções alternativas aos produtos, serviços e procedimentos de uma empresa por meio do insight consciente ou inconsciente. Essa percepção criativa é o resultado direto da diversidade da equipe – especificamente, indivíduos que possuem diferentes atributos e perspectivas.

É importante notar que a inovação geralmente não é um fenômeno natural. Como uma planta, ela requer que os nutrientes adequados floresçam, incluindo estratégias e estruturas eficazes que promovem níveis divergentes de pensamento. Por exemplo, ao apoiar uma troca aberta de ideias entre os funcionários em todos os níveis, as organizações podem inspirar funcionários e manter locais de trabalho inovadores.

Portanto, os supervisores devem gerenciar o processo criativo e não tentar administrar a criatividade em si, pois a criatividade tipicamente não ocorre exclusivamente na cabeça do indivíduo, mas é o resultado da interação com um contexto social onde é codificado, interpretado e assimilado em algo novo. Dentro deste sistema, os incentivos são primordiais – variando de recompensas tangíveis, como compensação monetária ao intangível, incluindo satisfação pessoal e empreendedorismo social.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *