Pela primeira vez em uma década os rendimentos do FGTS superam a inflação

Em 2017 a rentabilidade nominal do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) alcançou os 3,61%, ficando acima da inflação de 2,95% no mesmo período, o que não ocorria a uma década. O ganho real dos trabalhadores foi de 0,55%, um resultado que será maior devido à distribuição de metade do lucro do fundo, que será realizada até o final de agosto deste ano conforme a legislação determina. Os cálculos são feitos levando em consideração o saldo disponível até o dia 31 de dezembro de 2017.

A rentabilidade do FGTS apesar de ter sido maior que a inflação, foi menor que o da poupança que chegou a 6,8%.

O balanço do fundo realizado pela Caixa Econômica Federal, responsável pela administração do recurso divulgará o lucro do FGTS de 2017 no mês de julho. Foram 247,7 milhões de contas que receberam parte do lucro do FGTS no ano passado, benefício que chegou a 88 milhões de pessoas.

Esse resultado nominal de 2017 foi positivo, mas só aconteceu devido a inflação ser positiva para baixo. Em 2018 não é esperado que essa situação se repita antes do lucro ser distribuído, devido a TR ser igual a zero, explica o economista Alexandre Cabral. A rentabilidade básica será de 3% e a espera do mercado no Índice de Preços ao Consumidor Amplo alcançará 3,95% em 2018. Cabral disse que poupança terá remuneração próxima dos 4,9%, e os trabalhadores que se beneficiaram com a distribuição de resultados de 2017 podem aumentar a rentabilidade do Fundo de Garantia.

Apesar dos resultados do FGTS terem tido uma sequência boa, muitos trabalhadores brasileiros não sabem o seu saldo em conta, recebem seus pagamentos mensais sem nenhum acompanhamento do depósito do FGTS, e nem sabem o valor que foi acumulado nas contas durante o ano.

Os saldos do FGTS podem ser consultados pelo site da Caixa Econômica Federal, ou pelo telefone 0800 726 0207, a ligação é gratuita. Existem também o aplicativo da Caixa para celulares, e os que possuem conta na caixa, podem acessar o internet banking.

A retirada do saldo em conta só é permitida por lei, como em casos de aposentadoria ou quando a conta estiver inativa por mais de três anos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *