Luiz Carlos Trabuco Cappi concede mais detalhes sobre novo presidente do Bradesco

Resultado de imagem para Luiz Carlos Trabuco Cappi
Luiz Carlos Trabuco Cappi

O presidente executivo do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, acumulou recentemente a função de presidente do conselho administrativo da instituição, após a renúncia de Lázaro Brandão, que ocupava o cargo há 27 anos. Segundo ele, essa sequência de atos já vinha sendo planejada e estudada pela empresa há algum tempo.

De acordo com o executivo, desde o momento em que Lázaro Brandão solicitou ao conselho que ele assumisse a vice-presidência, já era esperado que, quando ele renunciasse, Luiz Carlos Trabuco Cappi assumiria a presidência em seu lugar, acumulando o cargo com a presidência executiva do banco.

Como esta é uma situação provisória, o executivo informou em entrevista para a imprensa que o próximo presidente da instituição irá ser escolhido a partir dos membros que fazem parte da diretoria do Bradesco. Seguindo sua tradição corporativa, a empresa costuma escolher executivos internos para comandar o grupo, ao invés de procurar um nome no mercado.

O novo presidente deverá ser anunciado após a primeira reunião do colegiado, feita logo depois da assembleia geral de acionistas, que está prevista para acontecer no mês de março de 2018.

De acordo com Luiz Carlos Trabuco Cappi, o nome que irá assumir a presidência executiva ainda não foi definido e essa escolha dificilmente será antecipada de forma oficial antes do mês de março, como foi previamente estabelecido. Ele ressaltou ainda que esse será um processo normal e tranquilo, que levará em consideração as habilidades para exercer a liderança sob a organização.

Por outro lado, o conselho administrativo do Bradesco é formado atualmente por oito membros, entre ex-executivos do banco e familiares do fundador da instituição, Amador Aguiar, e com a saída de Lázaro Brandão, irá permanecer com um cargo vago. Segundo o executivo, existem planos de expandir o número de membros em ao menos uma vaga, além de preencher a posição que ficou disponível, mas esse tópico ainda não possui uma previsão concreta para ser estabelecido.

Acerca das mudanças nas regras internas da empresa que permitiram que Luiz Carlos Trabuco Cappi permanecesse mais tempo na função de presidente executivo no banco, o executivo informou que a compra do HSBC foi o principal motivo que levou a essa extensão do seu mandato.

Em meados do ano de 2016, quando o executivo estava próximo de se aposentar da instituição devido a idade, o banco declarou que estava elaborando uma proposta para aumentar a idade limite de quem exerce a função de diretor-presidente da empresa, a qual era de 65 anos, para 67 anos, o que por sua vez, iria adiar a aposentadoria de Luiz Carlos Trabuco Cappi do cargo.

Segundo o executivo, nesse período, a instituição estava finalizando a compra do HSBC, que é a maior aquisição já feita pelo banco em toda a sua história. Desse modo, o corpo de acionistas e conselheiros da empresa considerou mais conveniente que houvesse essa extensão do mandato, tendo em vista que o momento não era favorável para uma escolha importante como essa, em definir quem seria o novo diretor-presidente da instituição.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *