Conheça mais detalhes sobre a carreira esportiva do piloto Rodrigo Terpins

Através do exemplo do pai, Jack Terpins, o piloto Rodrigo Terpins se envolveu desde cedo com esportes, se tornando desde então um dos esportistas de maior destaque nas competições de rally disputadas no Brasil, uma modalidade que vem se tornando cada vez mais relevante no cenário esportivo nacional.

Jack Terpins, por sua vez, foi jogador de basquete durante as décadas de 60 e 70, quando defendeu a camisa do Hebraica. Depois de deixar as quadras e apostar em outra profissão, a de empresário, Jack ainda continuou ligado ao esporte, se destacando como uma figura de liderança no meio esportivo e como um grande incentivador dos esportes para a formação de crianças e os adolescentes.

Desde que iniciou na carreira esportiva, Rodrigo Terpins tem se dedicado plenamente ao esporte, se destacando entre os melhores nas competições que disputa. Um exemplo disso, foi a 22ª edição do Rally dos Sertões, o principal campeonato off-road do país e um dos maiores do mundo, reconhecido por suas etapas complexas e o seu alto nível de dificuldade.

Durante a 22ª edição do rally, os participantes iniciaram a primeira etapa com um trajeto de quase 150 km saindo da capital e Goiás, em um percurso repleto de terrenos instáveis, que exigiram grande manuseio do veículo e experiência por parte dos competidores. Com todas as adversidades, Rodrigo Terpins e o navegador Fabrício Bianchini realizaram uma prova bastante elogiada, finalizando a etapa em pouco mais de 2 horas, garantindo assim o sétimo lugar entre os pilotos e navegadores que disputam a categoria Protótipos T1.

Sobre o início da competição, o esportista declarou em entrevista que um dos maiores desafios foram as disparidades entre os terrenos, o que tornou a prova mais difícil e exigiu grande atenção por parte das duplas. Apesar disso, ele manteve o controle total sobre o seu veículo, o qual não apresentou problemas de suspensão e possibilitou que a dupla fizesse as devidas ultrapassagens nos momentos desejados.

Composta por sete fases, a 22ª edição do Rally dos Sertões teve um percurso de quase 2.500 km rodados pelos competidores, em trechos que passaram por dois estados diferentes. Durante a trajetória no torneio, o piloto Rodrigo Terpins e o navegador Fabrício Bianchini ficaram algumas vezes no pódio, por fim terminando a competição na oitava colocação, lembrando que a disputa contou com quase 40 pilotos.

Para muitos, a 22ª edição do Rally dos Sertões se destacou como uma das mais complexas e radicais já vistas nos últimos anos. Isso significa que, ter alcançado o Top 5 em algumas etapas e terminar a competição entre os dez primeiros colocados se caracterizou como uma vitória importantíssima para a dupla, que disputou o torneio na direção do veículo #326.

Acerca de sua participação no rally, Rodrigo Terpins destacou que essa experiência trouxe uma aprendizagem excepcional para a sua carreira esportiva, levando em consideração todos os desafios e situações difíceis que foram enfrentadas durante a disputa. Para ele, toda a equipe mereceu ser parabenizada pelo esforço coletivo que levou a esse resultado positivo.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *