Com investimentos baixos as empresas começam a tratar o seu esgoto para a reutilização da água

Na região Sudeste do país, algumas empresas desenvolveram um método para enfrentar a falta de água na região, com baixos custos para tratar o próprio esgoto, podendo reutilizar as águas que foram tratadas.

Em São Paulo, esse tratamento da água é muito importante, principalmente depois que o estado atravessou uma das piores estiagens de todos os tempos. Um exemplo é uma empresa de locação de roupas e toalhas para cabeleireiros, que gasta cerca de 20 mil litros por dia de água, lavando por mês um total de dois milhões de peças. Em um espaço pequeno, ela montou uma pequena estação de tratamento, e ela reaproveita toda a água que sai das máquinas de lavar.

O investimento foi de R$ 80 mil, mas de acordo com o proprietário, as contas de água passaram de R$ 8 mil para

R$ 3 mil, já incluindo os produtos químicos gastos no tratamento, então a economia está sendo de R$ 5 mil por mês.

Em um shopping de São Paulo, há sete anos ele começou a tratar a água do esgoto, vindos dos sanitários e da praça de alimentação. A economia está sendo bem alta, já que a conta de água anteriormente era de R$ 80 mil por mês, e agora ela é de R$ 20 mil por mês, menos R$ 60 mil gastos na conta de água por mês.

O gerente de operações do shopping, disse que esse sistema, possibilita que o consumo seja 30% a menos de água, devido ao tratamento da água utilizada internamente no shopping.

Na Grande São Paulo, uma fábrica de medicamentos em Itapevi, trata cerca de nove milhões de litros de água por mês. A água tratada que não é usada pela empresa, acaba sendo doada para a prefeitura da cidade, que usa essa água para limpar as ruas e molhar os canteiros.

O  Projeto Aquapolo  é o maior projeto de água reutilizada da América Latina. Esse projeto que é uma parceria da Sabesp com a iniciativa privada, fornece água reutilizada para dez empresas do ABC Paulista.

A água potável que é economizada, poderia abastecer uma cidade com 500 mil moradores, e a capacidade do Projeto Aquapolo ainda é maior, mas ainda faltam interessados em água de reuso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *