Mulher que já lutou 3 vezes contra o câncer lança livro para ajudar pacientes

Resultado de imagem para escritora "Érica Carvalho"

Câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças com uma coisa incomum, o crescimento desordenado de células que invadem tecidos e órgãos. Muitos tipos de câncer, se forem diagnosticados e tratados no início tem ótimas chances de cura. Tão pesado quanto o diagnóstico e o tratamento, é o estigma que a palavra câncer traz. Alguns tem tanto medo que se recusam a fazer exames preventivos e outros evitam até conviver com quem tem a doença.

Há 14 anos, a vida da escritora Érica Carvalho, deu uma guinada: “Foi bem no dia do meu aniversário que eu recebi a notícia que eu estava com câncer de mama. Eu fiz o que tinha que fazer, fiz a quimioterapia, fiquei careca, usava lenço”, diz Érica. Ela venceu a batalha contra o câncer de mama temporariamente. “Depois de 8 anos eu comecei com uma tosse que não parava mais, procurei um médico e fizemos vários exames, descobrimos que o câncer havia voltado em forma de metástase”, diz Érica.

Entre o primeiro diagnóstico e o tratamento atual, Érica descobriu uma nova paixão: escrever. Decidiu transformar a sua história em um livro chamado: “Câncer? Vencendo pela 3ª Vez”, para inspirar outras pessoas.

Aqui no Brasil estimasse que 600 mil novos casos de câncer surgem por ano, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer, em homens, mulheres e crianças, sem distinção de idade ou classe social. “Mais ou menos 10% dos casos de câncer são hereditários, 30% deles são causados pelo hábito de fumar e 15% dos casos estão relacionados com micro-organismos como vírus e bactérias. O restante é causado pelos hábitos de vida não adequados, como falta de exercícios físicos, má alimentação e o estresse do dia a dia”, diz o cirurgião oncologista do AC Camargo, Ademar Lopes.

Em cerca de 80% dos casos, existe cura se a doença for diagnosticada precocemente. Além da doença, muitos pacientes enfrentam outro desafio: o preconceito. Falar abertamente sobre o tema é um dos primeiros passos para desmistificar a doença. “A desmistificação é importante porque nós podemos curar uma quantidade grande de pacientes com câncer, se fizermos diagnósticos precoce e um tratamento adequado”, diz Ademar.

“Se você passa por isso você tem que ter duas coisas importantes: um médico de confiança e fé. Você tem que ter muita vontade de viver, pois se você se entregar você não consegue chegar nem na metade. Procurar se distrair com coisas que a pessoa goste de fazer, procurar assistir bastante filmes de comédias, rir bastante, sempre sendo o máximo possível ativa. A alimentação é um dos maiores fatores para o desenvolvimento da doença quanto para a cura. É como os sábios já disseram: ‘você é o que você come'”, diz Érica.

Resultado de imagem para escritora Érica Carvalho

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *